Newsletter

Montecristo

Ano de Constituição: 1935
País: Cuba
Origem do tabaco: Vuelta Abajo
Fábrica: H.Upmann

A mais famosa marca Havanos começou somente em 1935 pela mão de Menendez, Garcia y Cia., então proprietários da H. Upmann. O nome foi inspirado no livro de Alexandre Dumas “O Conde de Montecristo” de 1844. Com um esforço de marketing de Alfred Dunhill de Londres, os Montecristo transformaram-se na marca mais popular de Havana, no exterior. Todos os charutos são manufacturados e de fortaleza média / forte. As vitolas utilizadas tornaram-se padrão na qual todos os Havanos são hoje julgados. Todo o vitolário de Montecristo representa o Habano forte, rijo, bravo e sem concessões. Sua capa tem habitualmente uma cor escura e está presente nos formatos tradicionais, do No.1 ao No. 5, mas destacando-se o No. 2, o melhor figurado que existe. Especialmente o No. 4, uma Mareva, é o Havano mais vendido em todo o mundo. Montecristo A, o mais cobiçado, está no pedestal de qualquer definição que se possa fazer do Havano.

“É PROIBIDA A VENDA DE PRODUTOS DE TABACO A MENORES COM IDADE INFERIOR A 18 ANOS (Artigo 15.º, n.º1, alínea c) da Lei n.º 37/2007 de 14 de Agosto)”.

»»» Click na imagem dos produtos e Escolha as diferentes embalagens «««